domingo, 29 de agosto de 2010

"Amor não é amor se quando encontra obstáculos se altera ou se vacila ao mínimo temor".
Soneto 96 de William Shakespeare

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O FILÓSOFO VOADOR

Normal tomar uma pra dar aquela relaxada quando se tem medo de vôo, mas encher o c* de cana pra embarcar geralmente te leva a pegar o próximo vôo, né, baiano?

"O tempo perdido não se encontra nunca mais".
Benjamin Franklin

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

TEORIAS SOBRE O SENTIDO DA VIDA

Uma das frases que mais marcou a minha vida foi: "pra que levar a vida tão a sério, se ela é uma aventura na qual não sairemos vivos?". Embora digam que é uma frase de Bob Marley, eu duvido. Não que ele não tido sido um gênio - ou um grande astro do rock -, é que eu simplesmente não consigo ligar essas palavras à ele. Entende mais ou menos isso? Bem, eu também não.
Mas esse post é mais ou menos sobre isso, sobre dúvidas e incertezas. E talvez sobre um pouco de comida caseira, por que né, vocês sabem, não há melhor do que comida de vó.
O fato é que a vida parece não ter sentido, sabe? Quantas vezes você não parou pra pensar "nossa, oq eu to fazendo nesse mundo doido?", "pq eu estou aqui, qual é o meu propósito?" ou até mesmo "como a mulher melancia consegue ter essa traseira tão grande?" E baseado nessas questões filosóficas e numa pequena crise de identidade e conspiratória, fiz algumas teorias sobre o verdadeiro sentido da vida. É algo que pode chocar o mundo, então, cuidado daqui pra frente.
Casar, ter filhos, trabalhar e morrer
Isso não parece ter sentido. Na verdade, isso é um ciclo do medo. Cara, a idéia de que um dia você vai morrer te assusta, não é verdade? Tipo, você é um cara que estudou a sua vida toda. Depois de uns 50 anos na escola, você finalmente consegue um emprego dos seus sonhos. Nesse caminho, conhece a mulher da sua vida e se casa. Tem um lindo casal de filhos e belíssimos papagaios belgas. Aí, quando você realmente vai desfrutar de todos os seus benefícios materiais em uma casa de praia, você morre. Você simplesmente morre, não usufruindo de NADA conquistado, deixando seus filhos para ter esse mesmo ciclo do que você. E isso não soa muito inspirador pra mim.
Ser filho do Eike Batista
Eu acho que esse é o verdadeiro sentido da vida: ser filho do Eike Batista / ter dinheiro. Na verdade, as pessoas teriam que ser educadas com essa idéia principal, na minha opinião. Você trabalha a vida toda em busca d'O Milhão, mas só descobre isso quando tá lá pelos seus 20 e poucos, e com uma porção de dívidas pra pagar. E sem dinheiro. Então, se você for mulher, a parada é tentar se casar com ele. E se for homem (e se já tiver tentando essa história de casamento), é ir ao Programa do Ratinho e rezar muito para que o DNA dê positivo.
Ou então, quando você nascer de novo, já tenha isso em mente, que uma das peças primordiais para se viver feliz é sendo rico. E não me venha com essa de que dinheiro não traz felicidade, por que isso já é lenda.
Nós vivemos em uma bola no quarto de uma criança rica
Eu não sei por que, se foi num filme, não sei. Mas essa idéia sempre foi sustentada por mim e um primo meu, de que vivemos naquelas bolas de neve, que quando é balançada fazem sons engraçadas e neva, sabe? Então, a vida se baseia nisso: nós vivemos presos, limitados, sendo observados por uma criança, que a qualquer momento pode destruir seu globo de brinquedo. E começar a brincar com tantos outros que há em seu gigante quarto.
Essas são minhas três principais teorias sobre o sentido da vida. Tem várias outras, mas não posso postar aqui pois haverá polêmica, pois uma das minhas prediletas vai de contra a crenças religiosas, que muita gente baseia suas vidas nelas. Então, é isso aí.
Eu realmente estou naquelas crises de identidades sinistras, e estou me questionando sobre tudo. Tô perdidão mesmo, meu brother. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
Nota: O autor desse post, depois de escreve-lo, ficou nu e saiu correndo pelas ruas de seu bairro dizendo que o mundo ia acabar. Ele está bem fisicamente, porém parece que tocaram-lhe.
"Chega um momento na vida em que você sabe quem é importante para você, quem nunca foi, quem não é mais e quem o será para sempre".
Anônimo

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

DOR DE AMOR

Para quem já derramou muitas lágrimas após o término de um relacionamento ou já passou por pelo menos uma grande decepção amorosa a pergunta a cima é fácil de ser respondida. “Amor, quando não correspondido, dói, e dói muito”, afirma a estudante Caroline Aranha, que assim como outras tantas adolescentes fala sobre suas decepções amorosas em uma das comunidades sobre o assunto da rede social Orkut. Mas a questão é, será que patologicamente não existe mesmo uma dor resultante dos problemas relacionados a esse sentimento tão intenso que é o amor?
Segundo a médica e diretora da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor, Fabíola Peixoto Minson, dor de amor existe. “O sentimento de tristeza profunda gera dor física, que leva ao sofrimento psicológico. Este, por sua vez leva a dor em um círculo vicioso”. A médica ainda alerta para o fato de que é preciso considerar a dor como algo extremamente importante, “já que ela é a causa e não um sintoma de um problema”, disse.
Para a psicóloga Sofia Morais, a dor também é considerada como uma patologia, e como toda doença é possível de ser tratada. “Compartilhar as experiências vividas com outras pessoas, mesmo que seja virtualmente, é uma ótima maneira de organizar os pensamentos e, consequentemente, as dúvidas e conflitos que a pessoa traz dentro de si”, afirmou.
Já a terapeuta Thais Accioly propõe outra solução. “O amor em si não dói, é cura e equilibra. O que causa dor é o final de um relacionamento ou a não realização de um sonho, ou ainda, o orgulho ferido e a decepção, portanto, na causa está a própria cura. É através do amor que podemos curar essa dor”, disse.
"O que desonra é o crime, não a pena."
José de Alencar

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

SEMPRE FAÇO ISSO...

PALMADA

"A criança pode ser capaz de esquecer as palmadas de um dia para o outro, mas custará a se livrar do martírio que é ver seus pais respondendo pela acusação que ela mesma deflagrou".
Fábio Tofic Simantob, em artigo hoje no Estadão - Migalhas nº 2.448

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

“QUERO SER NEGRO”

Ah, Rafinha… Como eu te entendo!


Kibeloco

DESABAFAR É PRECISO

A psicanálise baseia-se, até certo ponto, no poder de cura das palavras. Desde os tempos de Freud, os analistas sabem que os pacientes poderiam ter alívio parra as suas ansiedades íntimas se pudessem falar, apenas falar.
Por que isso? Talvez porque falando adquirimos mais compreensão daquilo que nos aflige – conseguimos uma perspectiva melhor. Ninguém sabe responder inteiramente a essa pergunta. Mas todos nós sabemos que “desabafar” ou “abrir o coração a alguém” traz alívio quase imediato.
Por isso, na próxima vez que tiver algum problema emocional, procure alguém para conversar. Escolha uma pessoa em quem confie e fale... Desabafar com alguém os nossos problemas é um dos principais meios de começar a compreendê-los melhor e a tirá-los de sua mente.
Quando alguém fica ruminando sozinho as suas preocupações, só colhe tensão nervosa. Todos devemos compartilhar com alguém as nossas dificuldades. Devemos revelar as coisas que nos preocupam. Precisamos sentir que há alguém no mundo disposto a nos escutar, e que seja capaz de nos compreender.
Dale Carnegie no livro Como evitar preocupações e começar a viver
"O orgulho devora a si mesmo".
William Shakespeare

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

PLUG SEM ENTRADA

Gordonet

PSICOPATA

Quem é o psicopata? Como ele se comporta? Como ele se relaciona com as pessoas? Você, por acaso, convive com um deles? A partir do caso Bruno, o criminalista Luiz Flávio Gomes analisa situações vividas pelo goleiro e traça o perfil comportamental de um psicopata.

Leia o artigo aqui.

Migalhas
"Quantas chances desperdicei quando o que eu mais queria era provar pra todo o mundo que eu não precisava provar nada pra ninguém".
Renato Russo

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

ATRAVESSANDO OS EUA A PÉ

Este rapaz (Mike) criou um stopmotion a partir de suas andanças pelos EUA, mais especificamente um vídeo dele cruzando os EUA de Nova Iorque a São Francisco!

Xpock
"No livro da vida não se volta, quando se quer, a página já lida, para melhor entendê-la; nem pode-se fazer a pausa necessária à reflexão."
José de Alencar

terça-feira, 3 de agosto de 2010

AMOR

Alguns queimam fumo, gastam dinheiro, se arriscam a levar dura da PM. Pra quê? Eu fico alto só da felicidade cabeça-leve de me saber amando. Amar vicia.
* * *
Eu vejo essas pessoas solitárias, casa trabalho trabalho casa, morando sozinhas com seus gatos e suas tvs a cabo, e me pergunto: como conseguem existir sem amar ninguém?
* * *
Exercício gatsbiano: olhe para alguém insuportável, a gorda carrancuda do caixa, seu chefe escrotão, o babaca que te cortou no trânsito e pense que, por incrível que pareça, nem que seja apenas sua própria mãe, alguém, em algum lugar, ama essa pessoa profundamente.
* * *
Amar é bom demais.

FASES

"Os covardes duram mais, mas vivem menos."
Sofocleto