terça-feira, 31 de março de 2009

MATE, MAS NÃO SONEGUE

“Sou professor de Direito Penal há mais de trinta anos e ainda não consegui entender o critério usado na sentença que condenou a dona da Daslu a mais de 94 anos de reclusão, por supostos crimes tributários e outros delitos subsidiários, mesmo empregando os mais rigorosos métodos de aplicação da pena. Mas o aspecto trágico disso tudo é que, se a indigitada comerciante tivesse assassinado cruelmente o delegado de Polícia, o procurador da República e a juíza que trabalharam pela sua condenação, sua pena total seria de noventa anos de reclusão, ainda que recebesse trinta anos para cada homicídio qualificado (que é a sanção máxima para essa espécie de crime hediondo). Donde se infere que, num país regido por um sistema kafkaniano, é muito mais vantajoso, juridicamente falando, ser um assassino de fuzil na mão, do que um sonegador de impostos. Parafraseando os críticos do direito penal do terror, que trata com mais severidade os crimes fiscais do que o homicídio, se o sujeito tiver de cometer um delito, 'que ele mate alguém, mas que não sonegue imposto'. Se para quem é do ramo fica difícil entender essa monstruosidade lógica, imagine o que deve pensar o cidadão comum!"
Eliseu Mota Júnior - promotor de Justiça aposentado

FORREST GUMP EM 1 MINUTO

Um grupo de estudantes da Universidade de York, no Canadá, gravou uma versão resumida do filme Forrest Gump. Para isso, fizeram tudo em uma tomada gravada em um minuto. Todos os pontos principais estão lá. O vídeo fez sucesso e foi visto 1 milhão de vezes.


Bombou na web

"As bancas onde se vendem jornais e revistas são pequenas padarias intelectuais onde os cidadãos compram seu pão espiritual."
J. Normand (1848-1920)

segunda-feira, 30 de março de 2009

CIRURGIA DE LIPOASPIRAÇÃO?

Pelo amor de Deus, eu não quero usar nada nem ninguém, nem falar do que não sei, nem procurar culpados, nem acusar ou apontar pessoas, mas ninguém está percebendo que toda essa busca insana pela estética ideal é muito menos lipo-as e muito mais piração?
Uma coisa é saúde outra é obsessão.
O mundo pirou, enlouqueceu.
Hoje, Deus é a auto-imagem.
Religião é dieta.
Fé, só na estética.
Ritual é malhação.

Amor é cafona, sinceridade é careta, pudor é ridículo, sentimento é bobagem.
Gordura é pecado mortal.
Ruga é contravenção.
Roubar pode, envelhecer não.
Estria é caso de polícia.
Celulite é falta de educação.
Filho da puta bem sucedido é exemplo de sucesso.
A máxima moderna é uma só: pagando bem, que mal tem?

A sociedade consumidora, a que tem dinheiro, a que produz, não pensa em mais nada além da imagem, imagem, imagem.
Imagem, estética, medidas, beleza.
Nada mais importa.
Não importam os sentimentos, não importa a cultura, a sabedoria, o relacionamento, a amizade, a ajuda, nada mais importa.
Não importa o outro, o coletivo.
Jovens não tem mais fé, nem idealismo, nem posição política.
Adultos perdem o senso em busca da juventude fabricada.

Ok, eu também quero me sentir bem, quero caber nas roupas, quero ficar legal, quero caminhar correr, viver muito, ter uma aparência legal mas...
Uma sociedade de adolescentes anoréxicas e bulímicas, de jovens lipoaspirados, turbinados aos vinte anos não é natural.
Não é, não pode ser.
Que as pessoas discutam o assunto.
Que alguém acorde.
Que o mundo mude.
Que eu me acalme.
Que o amor sobreviva.

Herbert Vianna

Da série ACORDO ORTOGRÁFICO - PARTE 2


"Ainda perante os tribunais marciais, não há condenação sem defesa."
Rui Barbosa

sexta-feira, 27 de março de 2009

JOGO

Cansa jogar esse jogo de perdedores da vida.

TIC-TAC

Micha Albacow é um garoto de 16 anos que nasceu e mora no Uzbequistão. Um dia, andando pela rua com uma caixinha de Tic Tac no bolso, ele percebeu o som que as balinhas faziam na caixa e resolveu criar instrumentos musicais. Depois de fazer sucesso se apresentando em seu país, Micha foi descoberto na internet pela Ferrero e levado a várias cidades. No vídeo abaixo, ele se apresenta em Copenhague, capital da Dinamarca. Os intrumentos, que vão de uma caixa que parece pandeiro a uma flauta, são feitos com as caixinhas de bala.

"Desdémona dorme, Otelo entra e a acusa de infiel, dizendo que irá matá-la. Sufoca-a. Emília bate na porta e ouve Desdémona dizer que morre inocente. Desdémona morre. Emília diz a Otelo que Desdémona lhe era fiel. Ele não acredita".
Fragmento de Otelo, de Shakespeare

quinta-feira, 26 de março de 2009

LINDAS

Pesquisa realizada na Inglaterra, elegeu as mulheres mais lindas da história do cinema hollywoodiano. Clique nos nomes para ver as fotos.

1º. Audrey Hepburn
2º. Angelina Jolie
3º. Grace Kelly
4º. Marilyn Monroe
5º. Sophia Loren
6º. Catherine Zeta Jones
7º. Elizabeth Taylor
8º. Keira Knightley
9º. Halle Berry
10º. Brigitte Bardot

SUPERMERCADO

Alguém já comprou Na Budega?

Dá pra encomendar a feirinha. Site de Recife/PE.
“O segredo da felicidade está na liberdade e o segredo da liberdade está na coragem.”
Tucídides

quarta-feira, 25 de março de 2009

PILOTANDO COM O CELULAR

No vídeo viral mais comentado da semana, o piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton controla seu carro usando apenas um celular. Dois fãs, Steve e Simon, criaram um programa para comandar um carrinho de controle remoto com um telefone. Colocaram no YouTube o teste feito no escritório, o que atraiu a atenção da operadora de celular que patrocina Hamilton. Os dois foram chamados para ir a um dia de testes da McLaren e mostraram o programa à equipe. Hamilton, então, pôde pilotar seu carro usando - de mentirinha, já que o vídeo é uma propaganda - apenas o celular. O vídeo foi visto 420 mil vezes.

DROGAS

Um estudo liderado pelo professor David Nutt da Universidade de Bristol, analisou 20 drogas ilícitas e lícitas e classificou numa escala do nível de dependência, efeitos no organismo e interação social. Confira as dez piores drogas:

1º. Heroína
2º. Cocaína
3º. Barbitúricos
4º. Metadona (Ópio)
5º. Álcool
6º. Cetamina
7º. Benzodiazepinas
8º. Anfetamina
9º. Tabaco
10º. Buprenorfina
“Quando a luz dos olhos meus e a luz dos olhos teus resolvem se encontrar. Ai, que bom que isso é, meu Deus, que frio que me dá o encontro desse olhar...”.
Vinicius de Moraes

segunda-feira, 23 de março de 2009

BERLUSCONI

E você que achava que político imbecil só tinha no Brasil, hein?!

EIXO DO MAL

A ação militar que entregou a presidência de Madagáscar a um ex-DJ abre um precedente perigoso em matéria de golpe de estado.

Nunca se tinha pensado nisso antes:

DJs e militares juntos podem dominar o mundo.

Da série ACORDO ORTOGRÁFICO - PARTE 1


quinta-feira, 19 de março de 2009

HE-MAN E O MERCADO DE AÇÕES

Jiu e eu discutíamos a provável união entre Sadia e Perdigão - comentada aqui - em nossa já tradicional conversa vespertina. A Sadia, aquela mesma que teve um prejuízo monstro no ano passado devido a 'fome' de ganhar dinheiro fácil através do mercado de ações. Coisa que já deu certo no passado, mas a casa caiu desta vez. O Esqueleto e o pessoal do financeiro de lá não sabiam disso. O He-man sabia. Ele sempre sabe.



Bombou na web

GULA

Fome é uma merda.

Fome de doce, fome de farra, fome de saquê com morango, fome de alguém, fome de vida, fome de amor.

Eu aprendi que se não dá pra fazer uma refeição completa, eu posso comer uma fruta ou tomar um iogurte e meu corpo aguenta mais umas três horas sem me derrubar.

Mas fome de doce, de farra e de saquê é fome de vida, ou de alguém, e geralmente se mata com amor.

E amor, tem na geladeira?

Voltando pra analogia, hoje eu passei muito tempo sem comer, e a fome começou a me doer mais do que o nariz que eu quase quebrei na porra do flying boat aqui em Bombinhas. Aí parti pro restaurante DAQUELE JEITO pro garçom: “moço, me vê tua alma com maionese”.

Pedi entrada, um elfo, um unicórnio, dois sucos de laranja e uma coca cola.

Eu que nunca bebo durante a refeição.

Comi o mundo e a alma do garçom e ainda trouxe a coca pra casa. Tô passando mal, claro. Tive que arrumar espaço pra dois comprimidos digestivos com mais uns goles de coca. Aí foi bem ruim. Consertar cagada é sempre pior que evitar, até o Nemo sabe, e a gente continua fazendo errado.

Quando você chega num restaurante com muita fome, pega um cardápio e vê a tua comida preferida, tudo que dá pra imaginar é que você vai ser o abestado mais feliz do mundo quando a parada estiver ali na tua frente, esperando pra ser atacada.

Só que comer desesperadamente e além da conta te faz mal.

Quando você encontra alguém que preenche todos os requisitos pra ser o prato principal pro qual todas as entradas te levaram, a fome causa o exagero. Nem precisa externar, basta querer demais, querer rápido, querer resultado, querer certeza.

Querer desesperadamente e além da conta te faz mal.

Até porque, nem sempre a comida chega como você imagina enquanto está sentado esperando, quase sentindo o gosto de antemão. Às vezes, falta sal. Às vezes, durante a espera, o pedido da mesa ao lado chega, e você fica na dúvida.

É muito louco.

Só sei que eu tô apaixonada e tomei no cu. Mas a gente não desiste, né? Não pode.

Substantivolátil
"O objetivo das questões ou da discussão não deve ser a vitória e sim o aperfeiçoamento."
Joseph Joubert

quarta-feira, 18 de março de 2009

1 X 10

Um mesa-tenista levou a plateia ao delírio. O jogador, que perdia por 10 a 0, marcou 1 ponto e fez uma interminável dança de comemoração cheia de passos engraçados. Suspeita-se que o vídeo, visto mais de 750 mil vezes, seja encenado.

Bombou na Web

A INCRÍVEL HISTÓRIA DO AVIÃO ROUBADO

Parecia filme de ação sem final feliz. Kléber Barbosa da Silva, de 24 anos, primeiro agrediu sua mulher dentro do carro e a abandonou na beira de uma estrada. Depois, seguiu para um aeroclube em Luziânia (GO), onde conseguiu roubar um monomotor, levantar voo junto com a filha e partir rumo a Goiânia. Mesmo seguido por caças da FAB, Kléber derrubou a aeronave propositalmente num estacionamento de um shopping, informa o Correio Braziliense. Só ele e a filha morreram na queda. Tudo nessa tragédia familiar é espantoso, mas talvez o mais preocupante seja a facilidade com que uma pessoa entra em um aeroclube e consegue tomar posse de um avião para fins criminosos.

Júlio Machado

SADIÃO

O noticiário fala da união entre Sadia e Perdigão.
Migalhas nº 2.103

terça-feira, 17 de março de 2009

FAQ

Desculpem-me a ignorância mas... O que acontece de fato com uma pessoa EXCOMUNGADA?

Excomunhão é, tipo assim, uma punição, uma "praga" católica? Mas o barba não dizia que era pra perdoar e tals...

É possível se auto-excomungar? Dá pra excomungar alguém online? Se eu mandar um arcebispo tomar no cu ele pode me excomungar também?

Excomunguem-me, por favor.

Surra

HARE BABA!!!!

Bom daí que o calor está de matar!
Oito da manhã e o relógio marcarva 31 graus.
Fácil. Bem fácil.
Trabalhando como uma louca.
Feliz.
Palmeiras do caralho, filhos da puta, pronto falei.
Academia, curso...
Nada de muito novo.
Na verdade tudo meio velho.
Que mais?
Gente, alguém me xplica o que é hare baba?
Serve pra qualquer coisa.
Eu tenho pra mim que hare baba quer dizer puta que pariu na India.
Porque né? Eu assisto a novela e reparei que eles dizem hare baba pra tudo, tanto faz se é bom ou ruím.
Então deve ser Puta que pariu!
Que combina com as mais diversas situações.
Imagine que vc fala pra alguém:

---- Ganhei na loteria!
----- Hare baba! ( Ou Puta que pariu!!!!)

ou ainda:

---- Bati o carro!
----- Hare baba!!!! ( ou Puta que pariu!!!!)

Não é?
Eu sou assim, quando eu assisto uma novela eu me entrego, e incorporo as falas ao meu cotidiano.
Se eu acho cafona? Naim, naim.
Se eu me divirto? DiK!
Detalhe que eu não faço a mais puta idéia de como se escrevem estas expressões, só sei que eu acho elas ótimas.
E eu falo.
Hoje mesmo falei pro meu chefe que veio me perguntar pela décima vez a mesma coisa:

--- Hare Baba Marcello, já te falei isso 200 vezes!!!!
Rá.
Adoro.
É isso.

Eu queria ser Amélia

AGENDA POSITIVA

Uma boa notícia, enfim, para quem está desempregado:

Bill Gates parou de trabalhar em meados de 2008 e acaba de voltar a ser o homem mais rico do mundo no ranking da revista Forbes.

Pense nisso!

Tutty Vasques

sexta-feira, 13 de março de 2009

SEXTA-FEIRA, 13

"Everybody`s coming, leave your body and soul at the door".

Oingo Boingo - Dead man's party

SIGNS

O curta-metragem Signs (Placas), dirigido pelo australiano Patrick Hughes, mostra o casal Jason e Stacey, que trabalha em prédios próximos e se conhece conversando por placas. Fez sucesso na rede e foi visto 350 mil vezes.

REDES SOCIAIS

A atividade mais popular na internet é o acesso a redes sociais, à frente de e-mails, de acordo com estudo lançado pela Nielsen. No total, 67% dos internautas exercem essa atividade, contra 65% que utilizam e-mails, sem contar o fato de que o crescimento do alcance das redes e blogs é duas vezes maior do que de outras ferramentas mais tradicionais, como portais, e-mails e buscas.
Revista da Semana

quinta-feira, 12 de março de 2009

CORDEL

I
Peço à musa do improviso
Que me dê inspiração,
Ciência e sabedoria,
Inteligência e razão,
Peço que Deus que me proteja
Para falar de uma igreja
Que comete aberração.
II
Pelas fogueiras que arderam
No tempo da Inquisição,
Pelas mulheres queimadas
Sem apelo ou compaixão,
Pensava que o Vaticano
Tinha mudado de plano,
Abolido a excomunhão.
III
Mas o bispo Dom José,
Um homem conservador,
Tratou com impiedade
A vítima de um estuprador,
Massacrada e abusada,
Sofrida e violentada,
Sem futuro e sem amor.
IV
Depois que houve o estupro,
A menina engravidou.
Ela só tem nove anos,
A Justiça autorizou
Que a criança abortasse
Antes que a vida brotasse
Um fruto do desamor.
V
O aborto, já previsto
Na nossa legislação,
Teve o apoio declarado
Do ministro Temporão,
Que é médico bom e zeloso,
E mostrou ser corajoso
Ao enfrentar a questão.
VI
Além de excomungar
O ministro Temporão,
Dom José excomungou
Da menina, sem razão,
A mãe, a vó e a tia
E se brincar puniria
Até a quarta geração.
VII
É esquisito que a igreja,
Que tanto prega o perdão,
Resolva excomungar médicos
Que cumpriram sua missão
E num beco sem saída
Livraram uma pobre vida
Do fel da desilusão.
VIII
Mas o mundo está virado
E cheio de desatinos:
Missa virou presepada,
Tem dança até do pepino,
Padre que usa bermuda,
Deixando mulher buchuda
E bolindo com menino.
IX
Milhões morrendo de Aids:
É grande a devastação,
Mas a igreja acha bom
Furunfar sem proteção
E o padre prega na missa
Que camisinha na lingüiça
É uma coisa do Cão.
X
E esta quem me contou
Foi Lima do Camarão:
Dom José excomungou
A equipe de plantão,
A família da menina
E o ministro Temporão,
Mas para o estuprador,
Que por certo perdoou,
O arcebispo reservou
A vaga de sacristão.

Miguezim da Princesa, poeta popular, Miguezim de Princesa, é paraibano radicado em Brasília.

MÁQUINA DE LAVAR

Em sua edição de domingo, Dia Internacional da Mulher, o jornal do Vaticano L’Osservatore Romano publicou um artigo (escrito por uma mulher, diga-se) com a seguinte tese: a máquina de lavar roupa pode ter feito mais pela libertação da mulher no século 20 que a pílula anticoncepcional e o acesso ao mercado de trabalho. É isso mesmo. Um trecho do artigo diz o seguinte: “O debate é acalorado. Alguns dizem que é a pílula, alguns dizem que é o direito ao aborto, e alguns (dizem que é) o direito a trabalhar fora de casa. Alguns, porém, ousam ir além: a máquina de lavar.” É muito provável que quase nenhuma mulher tenha se empolgado com essa ousadia do jornal católico de “ir além”.
Juliano Machado

terça-feira, 10 de março de 2009

GOL DO SANTOS, CORINTHIANS NÃO


Bombou na web

HITS DA INTERNET

Veja aqui e aqui os maiores hits da Internet.

A MENINA, O BISPO, NÓS

Ela é apenas uma criança. De nove anos. Pesa 33 kg e mede 1,36 m. Vive em Alagoinha, a 230 km. de Recife. Lá, foi estuprada pelo padrasto. Ficou grávida de gêmeos. Os médicos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) constataram que a vida dela corria perigo e retiraram os fetos, interrompendo a gravidez na 15ª semana. Após o aborto, na quarta-feira, “ela ficou brincando com a boneca e o ursinho. Não sei se entende o que passou” – disse o diretor da Maternidade, Sérgio Cabral.

Quem, com certeza, não entendeu bulhufas foi o arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho, 75 anos, recém-aposentado. Ele tentou convencer o pai biológico e a mãe da menina a desistirem do aborto. Fracassou. A Arquidiocese decidiu, então, que vai denunciar os pais da vítima ao Ministério Público, acusando-os de duplo assassinato. Sem chances, porque a legislação brasileira permite o aborto em vítimas de estupro até a 20ª semana de gestação e também no caso de ameaça à vida da mãe. De acordo com avaliação médica, o aborto é, portanto, duplamente legal.

O bispo, no entanto, está se lixando para as leis dos homens: “A lei de Deus está acima de todas as coisas e o aborto é um crime previsto nas leis de Deus”, diz, citando o Código Canônico, que em seu artigo 1.398 pune os que praticam o aborto com a excomunhão. Omite que não foi Deus, mas os homens que escreveram o Código. A proibição é, pois, da Igreja Católica Apostólica e Romana, que é uma criação histórica dos homens. Deus, coitado, não tem nada a ver com essa história, seu nome está sendo invocado em vão.

Não importa. O bispo mostrou que é o herdeiro legítimo da Inquisição e da intolerância, Sem levar em conta a situação real da menina, o bispo confundiu cinto com bunda e cipó com jerimum e excomungou todos os adultos que participaram da operação: os pais da menina, os médicos, o motorista da ambulância, o transportador da maca, as atendentes, os enfermeiros que esterilizaram os instrumentos cirúrgicos, as representantes de ongs em defesa da mulher, enfim todo mundo.

E o padrasto? Foi também excomungado? Necas de pitibiribas! Esse foi o único que escapou. Pressionado pelo Jornal Hoje, da Rede Globo, o bispo afirmou que o pedófilo estuprador, já preso pela lei dos homens, não foi excomungado pela lei divina: “Esse padrasto cometeu um crime enorme – admitiu – mas não está incluído na excomunhão. Ele cometeu um pecado gravíssimo. Agora, mais grave do que isso, sabe o que é? O aborto, eliminar uma vida inocente”.

Acredite se quiser. Mas o bispo disse essa besteira monumental e estarrecedora. Eu ouvi. Milhões de brasileiros são testemunhas. O bispo segue, assim, a máxima malufista do “estupra, mas não mata”. A excomunhão, que é a pena máxima da igreja, condena ao fogo do inferno pessoas misericordiosas, que tiveram compaixão com o sofrimento dos outros, mas poupa o estuprador. Aumenta assim nossa sensação de impunidade. Com esse senso de justiça, parece até que o Código Canônico foi escrito pelo ministro do STF, Gilmar Mendes, para livrar a cara do Daniel Dantas e dos latifundiários.

Baixando o nível

A fala episcopal teve repercussão internacional. Os jornais da Europa e dos Estados Unidos e as redes de televisão, como a BBC de Londres e a Karachi News do Paquistão, abriram manchetes com a declaração do bispo, que chocou a opinião pública e provocou indignação generalizada, mostrando a posição arcaica, retrógrada e rançosa da igreja, “que não se adequou à realidade do estado laico e da democracia”, como afirmou Cristina Buarque, secretária estadual da Mulher do Estado de Pernambuco.

Um dos médicos excomungados, Rivaldo Albuquerque, católico praticante, que assiste missa todo domingo, chova ou faça sol, lembrou que ele e seus colegas já foram excomungados pelo bispo Dom José desde 1996, quando foi inaugurado o serviço de atendimento a mulheres vítimas de violência sexual da UFPE. O médico mostrou, felizmente, que está vagando e andando para essa excomunhão e nessa questão não reconhece a autoridade do bispo, cuja postura é “inadequada e pouco humanitária”. Não se intimidou. Continuou seu trabalho.

“O povo quer uma igreja do perdão, do amor, da misericórdia, da caridade e da solidariedade. Tenho pena do nosso arcebispo que não conseguiu ter misericórdia por uma criança inocente, desnutrida, franzina, em risco de vida, que sofre violência desde os seus seis anos” – declarou Rivaldo. Mas nem todo mundo ficou com pena do bispo. Muita gente ficou com raiva. Na internet, o House abriu uma página, perguntando: “O bispo José Cardoso Sobrinho é maluco? Ou boiola?”. Muitos internautas votaram.

Um deles atacou: “Um sujeito que excomunga os médicos responsáveis pelo aborto do feto de uma criança de 9 anos que foi estuprada, não merece crédito algum perante a sociedade. Não passa de um desqualificado moral e intelectual, que prega conceitos ultrapassados ao nosso tempo”. Outro indagou: “Quem pediu a opinião desse sujeito? Quem se importa com o que ele fala?”

Na realidade, embora Dom José Cardoso Sobrinho não se dê respeito, não concordo com a baixaria de ofendê-lo. Devemos ser caridosos com ele e ajudá-lo, criticando-o com argumentos e não com ofensas. Afinal, ele não é “boiola”, nem “maluco”. Ele é apenas, com todo respeito, um babaca, com cara de babaca, discurso de babaca, postura de babaca. Não é pastor do seu rebanho, mas um burocrata, funcionário obscurantista, preocupado com questões formais e não com a vida das pessoas. Para ele, dane-se o mundo e a menina, desde que o artigo 1.398 do Código Canônico seja cumprido.

Mitra e báculo

O bispo não esboça qualquer sentimento de piedade com a dor e o sofrimento alheio. Seu discurso em defesa da vida é tão demagógico quanto o de Silvio Berlusconi, no episódio recente da jovem Eluana Englaro, que durante 17 anos permaneceu em estado vegetativo, até que os médicos suspenderam sua alimentação e hidratação artificial, mantida através de uma sonda, deixando-a morrer, naturalmente, em paz, como pediu sua família.

Dom José, que diz falar em nome de Deus, é um homem extremamente vaidoso. Adora a pompa, a solenidade, a imponência, as vestimentas pontificais, os ornamentos episcopais, a alva de linho, a estola luxuosa, a sobrepeliz de rendas, a capa de seda, o anel de ouro, a cruz peitoral, o báculo de metal precioso, a mitra, que é o símbolo do poder e o solidéu – aquele gorro de cor violácea – com o qual ganharia qualquer concurso de fantasia carnavalesca. Talvez por isso seja tão apegado ao poder contra o qual jamais se manifesta.

O bispo – estamos em pleno Dia Internacional da Mulher - ofende e desrespeita todas as mulheres. Revela um machismo primário ao relativizar o crime do padrasto estuprador contra uma criança, que ele tinha a obrigação de proteger. Não deixa de ser corporativismo machista minimizar esse crime e invocar a natureza divina de um código escrito por homens, não como representantes do gênero humano, mas como machos.

Saudades de Dom Helder Câmara, o antecessor de Dom José. Já não se faz bispos como antigamente. Dá vontade de abrir uma página na internet: “Eu apoio a ação dos médicos de Recife e também quero ser excomungado por Dom José”. Sou o primeiro a me inscrever.

Um apelo: Dom José, deixe a menina brincar com sua boneca e o seu ursinho, deixe os médicos em paz, deixe de ser ranzinza, não seja leso, vá rezar, vá pedir perdão dos seus pecados, vá pedir inspiração a Dom Helder, vá excomungar o Collor, o Sarney, o Renan Calheiros e todas essas figuras sinistras que vem atentando contra a vida em nosso país, envolvidas em maracutaias e corrupção, matadoras de nossas esperanças. E se não for falta de respeito a um prelado - data vênia – digo, rimando, em nome dessa menina de nove anos, que ainda brinca de boneca: Dom José, vá cheirar seu pé.

José Ribamar Bessa Freire no Diário do Amazonas

segunda-feira, 9 de março de 2009

COMO DA PRIMEIRA VEZ

Propaganda bem bacana, de um popular remédio para impotência. Ela lembra (bastante, eu diria) o filme “O Curioso caso de Benjamin Button”.

PORTABILIDADE

A partir do dia 15 de abril, os clientes que estão insatisfeitos com a operadora de seu plano de saúde poderão mudar de empresa sem ter de cumprir uma nova carência. Só terá direito à mudança quem firmou contrato a partir de 1999, quando entrou em vigor a lei que regulamenta os planos de saúde. A portabilidade não vale para contratos de planos anteriores a 1999.
Migalhas nº 2.097

PAÍS COLOCA TROPAS EM ALERTA

A Coreia do Norte anunciou nesta segunda-feira que colocou suas tropas em estado de alerta, no primeiro dia de manobras conjuntas dos Estados Unidos e da Coreia do Sul na região, que o regime comunista considera o prenúncio de uma invasão de seu território. Pyongyang ameaçou ainda com uma guerra, caso o satélite que pretende lançar em breve seja interceptado.
Revista da Semana

quinta-feira, 5 de março de 2009

70 MANEIRAS DE ABRIR UMA CERVEJA

Prepare-se para o fim de semana prolongado em Recife.
Para o resto, só lamento. :-P


Fester Blog


TÔ NEM AÍ

Tô nem aí pro futuro, pra celulite, tô nem aí para queixas datadas, tô nem aí pro telefone mudo, pros surdos, pro preço do combustível, tô nem aí se vai chover amanhã, se o presidente vai viajar, se vai voltar, tô nem aí.

Pra discussão sobre maioridade penal, violência e barbárie, tô aí. Pro fim desta impunidade que incrementa a bestialização das nossas vidas, tô muito aí.

Tô nem aí pros especuladores da vida alheia, pro Schwarzenegger, pros índices de audiência, tô nem aí se fui convidada ou preterida, quem é a primeira da lista, a segunda, a última, tô nem aí pro novo namorado da Nicole, pras declarações da Luana, quem é gay ou não, com silicone ou sem, se é virgem, se é rodada.

Pros sentimentos das pessoas, tô aí. Para seus desejos e dúvidas, para seus medos e ousadias, tô aí. Para tudo aquilo que tem consistência, para tudo aquilo que nos comove, para o leve e o denso, para a alegria genuína e para o luto, tô aí, sim.

Tô nem aí para quantas calorias tem um bife, tô nem aí pra corrida espacial, se há vida após a morte, tô nem aí pro carro do ano, pra musa do próximo verão, pro gol mais bonito do domingo, pra manchete da capa de amanhã.

Para a grosseria e a falta de delicadeza que corrói as relações, tô aí. Para a brutalidade das pessoas, pro egoísmo, pra falta de educação e civilidade, para todos que possuem uma nuvem preta acima da cabeça e a carregam pra onde quer que vão, tô aí e me dói profundamente.

Tô nem aí pro que foi decidido na reunião de condomínio, na reunião de cúpula, na reunião de mães, nas reuniões que duram mais de dez minutos, tô nem aí pro salário dos outros, pras novas tendências, pra cotação das minhas ações no mercado externo.

Tô aí pra alguns, pros meus. Tô aí e estou aqui. Estou atenta. Estou dentro. Estou me vendo. Estou tentando. Estou querendo. Estou a postos só para o mínimo, o máximo. Para o que importa mesmo. Para o mistério. A verdade. O caos. O céu. O inferno. Essas coisas.

No mais, tô nem aí. Refrão e desabafo.

Martha Medeiros
"O silêncio é que é a verdadeira arma letal das relações humanas."
Martha Medeiros

quarta-feira, 4 de março de 2009

TIRO

Ontem eu estava surtada.

Incrível como depois de ver aquele rosto lindo, as coisas mudam. Incrível como EU mudei. Hoje de manhã. Saindo da academia atrasada, dei passagem para uns sete carros até chegar em casa. Desculpe, mas gentileza no trânsito é coisa rara em dias que deveriam ter mais de 24h. Mudei. Vontade de rir toda hora hoje. Vontade de colocar isso pra fora. Um dia felizão para todo mundo.

BEIJO NA BOCA

Uma vez a atriz e cineasta Carla Camuratti declarou, numa entrevista, que um bom beijo é melhor do que uma transa insossa. Quando a escutei dizendo isso, pensei: "então não sou só eu". Estou com Carla: o beijo é a parte mais importante da relação física entre duas pessoas, e se ele não funcionar, pode desistir do resto.

A Editora Mandarim acaba de lançar um livro que reúne ensaios de diversos intelectuais a respeito do assunto. O nome do livro é O Beijo - Primeiras Lições de Amor, História, Arte e Erotismo. Os autores discutem o beijo materno, o beijo nos contos-de-fadas, o beijo traiçoeiro de Judas, os primeiros beijos impressos em cartazes, o beijo na propaganda, o mais longo beijo do cinema e todas as suas simbologias. Às vezes o livro fica prolixo demais, mas ainda assim é um assunto tentador. Procure-o nas melhores casas do ramo. O livro, porque beijo não está à venda.

Todo mundo sonha com aquele beijo made in Hollywood, que tira o fôlego e dá início a um romance incandescente. Pena que nem sempre isso aconteça na vida real. O primeiro beijo entre um casal costuma ser suave, investigativo, decente. Aos pouquinhos, no entanto, acende-se a labareda e as bocas dizem a que vieram. Existe um prazo para isso acontecer: entre cinco minutos depois do primeiro roçar de lábios até, no máximo, cinco dias. Neste espaço de tempo, ainda compreende-se que os beijos sejam vacilantes: tratam-se de duas pessoas criando um vínculo e testando suas reações. Mas se a decência persistir, não espere ver estrelinhas na etapa seguinte. A química não aconteceu.

Beijo é maravilhoso porque você interage com o corpo do outro sem deixar vestígios, é um mergulho no escuro, uma viagem sem volta. Beijo é uma maneira de compartilhar intimidades, de sentir o sabor de quem se gosta, de dizer mil coisas em silêncio. Beijo é gostoso porque não cansa, não engravida, não transmite o HIV. Beijo é prático porque não precisa tirar a roupa, não precisa sair da festa, não precisa ligar no dia seguinte. E sem essa de que beijo é insalubre porque troca-se até 9 miligramas de água, 0,7 grama de albumia, 0,18 de substâncias orgânicas, 0,711 miligrama de matérias gordurosas e 0,45 miligrama de sais, sem contar os vírus e as bactérias. Quem está preocupado com isso? Insalubre é não amar.
Martha Medeiros
"O sentimento é a poesia da imaginação".
Alphonse de Lamartine

PERGUNTA DA SEMANA

Que música te inspira?

segunda-feira, 2 de março de 2009

SEM ESTRELAS

Um curta de animação sobre uma gata, um cachorro e... uma noite sem estrelas. Fofo!

Registro: fofo foi ver uma estrela cadente, numa noite pernambucana de pré-Carnaval. Mais fofo foi notar que o amor da minha vida também viu. Mas, fofo meeeeeesmo foi descobrir que fizemos o mesmo pedido para a estrelinha. Coisa linda de Deus.

"O que, no mudar, se quer, é que se não mude para trás, nem do bem para o mal ou do mal para pior."
Rui Barbosa

RECONCILIAÇÃO NA PALESTINA

O encontro entre líderes dos grupos palestinos Hamas e Fatah, no Cairo, terminou na semana passada com a “promessa de prosseguir as negociações e trabalhar em prol das eleições para um novo governo na Faixa de Gaza”, informa a Associated Press. Não houve nenhum avanço prático, é verdade, mas a reunião marcou um tênue progresso rumo à reconciliação entre os grupos, que romperam relações desde que o Hamas expulsou o Fatah de Gaza em 2007, após divergências sobre as formas de governo do território palestino a oeste de Israel. As facções vão se encontrar novamente em 10 de março, no Cairo.
Juliano Machado