quarta-feira, 8 de julho de 2009

AUTOAJUDA, AMWAY E ALIENAÇÕES RELIGIOSAS‏

O título das duas palestras que realizei na Unicap em abril, inaugurando oGrupo Marx, foi em registro de pergunta: "Por que Marx?". Por quê? Não exclusivamente, mas muito fortemente porque vivemos o melhor momento para desmascarar uma série de embustes, de pulhas, de enganações, de fraudes geradas a partir dos centros de decisões do mundo capitalista. Desmascarar, por exemplo, e para começar, os livros de autoajuda. As mensagens destes livros podem ser "positivas", uns acham-nas até divertidas, mas o que elas são é perversas e deletérias, e em nível profundo é difícil avaliar o prejuízo que podem realizar na mente e no comportamento das pessoas. A autoajuda diz que tudo que dá errado para todos é culpa de cada um, é culpa minha, é culpa sua, mas que nós temos força, poder para melhorar. Primeiro ela absolve os poderosos que têm responsabilidade e culpa pelo que está acontecendo com você; porque você é o perdedor, o fracassado, e deve ser o responsável para sair dessa situação.

Não se questiona uma minoria que toma decisões que acarretam o seu desemprego, por exemplo. Segundo, ao mesmo tempo que coloca você como único responsável pela melhora da situação em que está metido, está atribuindo a você um poder, uma força desmesurada, tornando você uma pessoa arrogante,individualista, egoísta e prepotente. Você tem o poder para este tal de "autocrescimento"; e você acaba acreditando que está crescendo mesmo – o que na maioria das vezes não ocorre, e se ocorre é por uma série de motivos, que não aqueles enunciados por esses livros de autoajuda. Isto é vigarice. No que a empresa fundada em Michigan, EUA, a Amway, é mestra em fazer: vigarice. Esta empresa já andou arrebanhando gente aqui em Pernambuco, e fechou a sua loja em maio de 1998, minguando para 50 pessoas quando já chegou a lotar o Centro de Convenções. Amway não é só uma metodologia de marketing de vendas, tipo rede, semelhante a da conhecida pirâmide. Esta empresa também faz lavagem cerebral, criando ilusões de status entre os vendedores e jogando com a ideia de felicidade artificial,"formatando" seus participantes em lookings, aparências bonitas e cheirosas e embromando na ideia do auto crescimento. É deletéria como os livros de autoajuda.

Estas novas associações neo-pentecostais criam também a ilusão do autocrescimento e colocam o fardo do sucesso nas pessoas individualmente, nunca estimulando a que elas passem a entender as regras da economia e da sociedade em geral. Jamais mencionam que as regras do jogo econômico produzem desigualdades. Em termos puramente maxistas, os três exemplos referidos aqui são processos terríveis de alienação que destroem a consciência das pessoas e que merecem ser desmascarados como embustes para que se apague de vez estas fábricas de ilusões e fábricas de dinheiro para aqueles que se locupletam da fraqueza de gente que deveria se fortalecer de outro modo.

Roberto Martins // Sociólogo robertomm@uol.com.br

8 comentários:

saulo bittencourt disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
saulo bittencourt disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vi Teobaldo disse...

Deixa que eu resolvo isso na hora, que nem caldo de cana! ;-)

saulo bittencourt disse...

Isso é que são providências. Então, um abraço na Vivi.

Alexandre Gomes disse...

Pena não ter visto os excluídos (curiosidade mórbida). Mas como já pedi para levar pedrada hoje, não custa levar mais outra. Viva Marx! Suas idéias foram tão boas que levaram a URSS até onde está hoje! Danem-se Milton, Smith e a Ética protestante! O lance é apontar o outro como responsável. à luta, bravos! \o/

Vi Teobaldo disse...

Alexandre, os excluídos estão em outro post! NADA DE CENSURA! Foi só um erro do Saulo na hora de comentar, que eu vim e consertei. DEUS ME LIVRE CENSURAR ALGUMA COISA AQUI!!! Já pensou? :-P

Adeilton disse...

O interessante é que alheio ao que éssa inteligentissíma pessoa comentou sem porem apontar solução,é que as pessoas quando acreditam nelas são,mais felizes,e que a amway empresa citada aqui tem 50 anos de mercado e centenas de funcionarios,tem os melhores produtos da categoria,e até as embalagens serguem normas ambientais,e essa pessoinha alem de falar mal,qual é a contribuição dela pro universo alem de papo furado?

Anônimo disse...

Pois é, estou alienado mesmo..Saí de um emprego mal pago, doloroso, lutei com minhas próprias sombras, confiei em mim e na vida e graças ao network marketing e à Amway hoje moro na praia, trabalho em casa com minha família, acordo quando quiser, tenho comida na mesa, satisfação com meu trabalho, uso produtos de ultra qualidade, posso sair de férias quando quiser, não fiquei milionário, mas SOU LIVRE. etc, etc. Pois é, Marx tinha razão mesmo. Deve ser por isso que quando a Amway abriu em mercados como China, Vietnã, milhares de pessoas correram para suas portas e hoje Amway é a marca número um em saúde e beleza no Celeste Império. Pois é, auto-ajuda não funciona mesmo, a não ser para quem não quer se ajudar. Bye LOOSER