quinta-feira, 16 de outubro de 2008

SENADO ABRE BRECHA PARA O NEPOTISMO

A Advocacia-Geral do Senado encontrou uma forma de o nepotismo sobreviver na Casa. Usando o "princípio da anterioridade", como informa o Correio Braziliense, o parente de um parlamentar pode continuar empregado caso tenha sido nomeado para o cargo de confiança antes da eleição do senador. Assim, uma sobrinha de Epitácio Cafeteira (PTB-MA) poderá seguir feliz e contente na Casa. E o presidente, Garibaldi Alves (PMDB-RN), deu mais oito dias para que seus colegas enfim informem se possuem ou não familiares em seus gabinetes. Detalhe: o STF proibiu a prática há mais de 40 dias. Não deu tempo de todos serem informados? Depois disso, Garibaldi garante que vai ser duro: "Se eles não demitirem, nós vamos demitir." Então vamos ver...
Juliano Machado

Um comentário:

saulo bittencourt disse...

É por isso que eu gosto desse bloguinho! Taí um tema interessante; bom pra se debater, né não? Tô cum priguiça...tô cum fome...o feijão tá cheirando...vô comê qui é mai mió...dispois quem sabe? Esse assunto mi dá imbruiu no estambo e djô num consigo cumê mai, pois sim!fx