segunda-feira, 10 de março de 2008

ELETRÔNICO COR-DE-ROSA É FRESCURA

Mulher não precisa que o eletrônico seja rosa para comprá-lo. O que se quer é qualidade. Primeiro as funcionalidades. Cor é detalhe.

Então não me venha, dona indústria, com a tal "necessidade" de apresentar eletrônicos meiguinhos como critério para conquistar essas consumidoras. Pois é, não agüento mais essa história de “dia da mulher’’ celebrado com dicas de gadgets rosinhas. E ó, tenho propriedade para falar sobre isso. Não só porque sou uma mulher que escreve diariamente sobre tecnologia, mas porque - sim! - tenho um celular rosa. Aliás, é do mesmo tom do meu All Star preferido. Simmmm, é pura frescura. Mas não foi comprado porque é rosa (já o tênis foi sim, confesso).

A saber: minha opinião em pró da qualidade em detrimento da cor tem até respaldo em uma pesquisa. A Saatchi & Saatchi apontou que apenas 9% das mulheres consideram relevante que o brinquedinho hi-tech tenha um certo toque de feminilidade - leia-se, seja rosa.

Vanessa Nunes

3 comentários:

Lidianne disse...

eita, arretou-se. desculpa, mas tenho um celular roza e um diskman tb. nao precisa ser rosa para ser último, mas eu curto, tá? foi mals aew.

Vi Teobaldo disse...

Acabei de comprar um colchão ROSAAAAAAAAA!!!! Colchão, tudo bem, mas ELETRÔNICOS É MUUUUUITA FRESCURA!!! HAHAHHAHAHAHAHA!!!

Rezinha disse...

Amo meu celular rosa!!!! Ah... minha máquina fotográfica também tem esse mesmo toque de frescura: ROSAAA!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk